A hora e a vez das mulheres no futebol

Comentário veiculado na Rádio Globo (Barbacena) e Rádio Liberdade (Barroso) em 25/01/2019

Poucas coisas promovem mais a integração das pessoas da nossa região que os eventos culturais e os eventos esportivos.

Em Barroso, o tradicional campeonato de futebol de salão completa, neste mês, 25 anos. Nesse um quarto de século a competição reuniu times e torcedores de muitas das cidades da região. Normalmente são duas “divisões”, taça prata e taça ouro, porém apenas uma categoria: masculina.

Pois é chegada a hora de Barroso e região se transformarem também em um polo de desenvolvimento do futebol feminino. Exemplos e incentivos, nacionais e internacionais, não faltam.

No final do ano passado, a atacante brasileira Marta foi eleita pela Fifa, pela sexta vez, a melhor jogadora do mundo. Neste ano de 2019 haverá a Copa do Mundo de Futebol Feminino na França e Marta tentará buscar o título inédito para o Brasil.

Por falar em França, a Revista France Football ofereceu, em dezembro, o título inédito da Bola de Ouro a uma mulher e a vencedora foi a norueguesa Ada Hegerberg. Ada é a estrela do Lyon, time que vem investindo pra valer no futebol feminino e que, por isso, venceu 5 das últimas 6 UEFA Champions League na categoria. Ada, porém, começou sua carreira na cidade de Molde, na Noruega, uma cidade de apenas vinte e poucos mil habitantes, tão pequena quanto Barroso, mas que valoriza o futebol feminino e investe em treinamento, times e ligas locais.

No Brasil, o futebol feminino receberá um enorme impulso a partir deste ano, pois a CBF está exigindo que os clubes tradicionais criem e mantenham times femininos como requisito obrigatório para participarem das principais competições masculinas.

É chegada a hora dos poderes públicos de nossa região, bem como esportistas, imprensa, sociedade e iniciativa privada enxergarem o potencial do futebol feminino. Com os incentivos corretos, oferecidos na hora certa e para todas as garotas, as cidades não só ganharão com mais uma opção de esporte e entretenimento, como podem também – por que não? – revelar a próxima Ada ou a próxima Marta. Que esse seja um sonho para sonharmos juntos.

Antônio Claret para a Rádio Globo.  

Obrigado pelo seu comentário!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s